A internet realmente existente: entre o capital financeiro e a regulação

A internet realmente existente: entre o capital financeiro e a regulação

Intervenção em painel no X Congresso da ULEPICC (Quito, 14/07/2017), discutindo a oligopolização da internet por grandes plataformas de negócios (Google, Amazon, Facebook, Apple etc.), controladas, por sua vez, pelo capital financeiro. Daí, propõe-se a necessidade de a internet vir a ser publicamente regulada.

Discurso na abertura do VI Encontro da ULEPICC-Br

Discurso na abertura do VI Encontro da ULEPICC-Br

“Estamos vivendo rigorosamente numa encruzilhada civilizatória. E, especialmente no Brasil, uma tragédia política e cultural, sem falar da econômica, sem paralelo em nossa própria história, mesmo nos seus piores momentos.”
(Discurso pronunciado na Abertura do VI Encontro da ULEPICC-Br, em 9/11/2016)

Para enfrentar a direita, só os jacobinos. Mas onde estão eles?

Para enfrentar a direita, só os jacobinos. Mas onde estão eles?

“A salvação da República, nesta hora, não pode ficar nas mãos nem de quem tergiversa, em suas políticas econômico-financeiras, com as vergonhosas desigualdades do capitalismo, muito menos nas de quem prega ainda mais exclusão social, violência anti-popular, racismo, xenofobia e, no limite, acaba nos conduzindo ao seu próprio oposto civilizatório – o lumpenfascismo. Diante da impotência ‘girondina’, não seria o caso de uma radical intervenção em moldes ‘jacobinos’ para enfrentar, numa frente, a ascensão lumpenfascista e, na outra, o avanço ‘jihadista’? Não será este o projeto e programa que nos está fazendo muita falta neste momento? Não está na hora de revigorar a verdadeira Esquerda, aquela Iluminista, saintsimoniana, revolucionária? Onde estão os ‘jacobinos’?”
(Artigo publicado em “Carta Maior”, 20/01/2015)

O massacre de Hipácia: ensaio sobre um roteiro para a barbárie

O massacre de Hipácia: ensaio sobre um roteiro para a barbárie

“Se um ensaio nos permite livre pensar, estaríamos, pergunto, vivenciando o início de um processo que, depois de mais um ou dois séculos, levará a nossa civilização a uma nova barbárie como aquela experimentada pelos europeus nos séculos que se seguiram à queda do Império Romano?”
(Publicado na revista “Versus”, junho de 2011)

Trabalho com Informação: valor, acumulação, apropriação nas redes do capital

Trabalho com Informação: valor, acumulação, apropriação nas redes do capital

Publicado em 2012, este livro resulta da dissertação de mestrado de seu autor, concluída em 1994. No Brasil, então, seria um estudo pioneiro em economia política da informação e da comunicação e na relação entre a teoria marxiana do valor e o valor da informação enquanto trabalho. Apontando para problemas como, por exemplo, a apropriação do conhecimento pelo capital via direitos de propriedade intelectual e o lugar que a então nascente internet ocuparia no processo de acumulação, o livro e a dissertação que lhe deu origem permanecem ainda muito atuais em seus conceitos e outros enunciados básicos.